Antes de ler este tópico, você pode ler sobre as Partes do Violão, são muito parecidas. Clique aqui.

Vou falar aqui de uma guitarra mais comum, do tipo Strato, pois existem vários modelos diferentes.

Mão ou cabeça

É a parte superior do instrumento feita de madeira e na maioria das vezes é a mesma madeira utilizada no braço:

Tarraxas ou Cravelhas

É um mecanismo metálico contendo suporte para as cordas do instrumento.

Serve para afinar e manter sua afinação. Usa-se apertando e desapertando a corda para alterar a frequência.

Essa é uma informação muito interessante, pois é uma das partes que com o tempo quebra muito. É sempre bom saber o modelo usado. É bom sempre manter uma boa lubrificação.

Em alguns modelos de guitarra, você tem um “abaixador” das cordas que fica na mão.

O Braço

O Braço é aquela parte longa e encaixada em cima da guitarra.

É nessa parte que você irá usar a mão esquerda, se você for destro.

Nela que se encontram a pestana, as casas e os trastes.

Pestana ou Capotraste

Guarde bem este nome é uma das partes “móveis” da guitarra. É um pequeno pedaço de plástico ou osso (melhor timbre), com ranhuras para passagem das cordas. A pestana, apesar de ser pequena, tem várias funções. Serve de guia para as cordas, mantendo a distância entre elas. Além de serem algumas das partes do violão que regulam a altura das cordas.

Tensor

Serve para apertar ou afrouxar o tensor (barra metálica que fica dentro do braço da guitarra) para fazer a regulagem do empenamento e/ou torção do braço. Um instrumento bem regulado é aquele que possui um bom alinhamento da escala.

Casas e Trastes

Trastes são pequenas divisões de metal e são eles que dividem a guitarra em casas. O conjunto de trastes e casas é chamado de escala.

Marcação de casas: servem como referência para indicar a posição em que estamos no braço. Ficam nas casas ímpares, com excessão das casas 12 e 24.

 

Casas: 3 | 5 | 7 | 9 | 12 | 15 | 17 | 19 | 21 | 24

Corpo

Geralmente feito em madeira solida (mogno, cedro, alder, maple, basswood, marupá) pode estar em um bloco único (melhor), 2, 3 ou mais partes. Também é comum ter uma tampa em lâmina de madeira ornamental pra beleza estética. Pode ser pintado em diferentes cores ou ainda estampado com desenhos. É protegido com verniz brilhante ou fosco. O formato do corpo depende do modelo e do fabricante, alguns podem ser maiores e pesados, outros pequenos e leves.

Cavalete ou Ponte

E um sistema complexo com muitos variantes, pode ser fixa ou móvel. Dentro dos modelos móveis pode ainda ser do tipo Floyd Rose (permite uma flutuação maior na tensão das cordas).

Ponte Fixa

 

Ponte Móvel

Captadores

Captador da ponte: os captadores que transformam a vibração das cordas em sinais elétricos que serão “interpretados” pelo amplificador pra gerar som. Podem ser Single (simples) ou Humbucker (duplo). Para um som mais aberto com bastante agudos e definição, opte pelo captador single; para um som encorpado, com bastante volume de saída, baixo ruído e pesado, opte pelo captador humbucker.

O captador da ponte está localizado próximo do ponto de fixação da corda onde a tensão da corda é maior, por isso capta o som mais agudo. É usado pra fazer bases com distorção e solos e soa bem aberto, escolha típica para todas as vertentes do rock e metal.

Captador do meio: fica posicionado entre o captador da ponte e do braço, em uma região de frequências média-agudas. É o que oferece um leque amplo de possibilidades, podendo ser usado para sons limpos, distorções leves para blues e rock, e solos lentos.

Captador do braço: fica posicionado em torno de 1/3 do comprimento da corda, em uma região onde o grave é predominante. Soa mais fechado com bastante corpo grave e peso. É usado para limpar um pouco a distorção em solos rápidos e é uma boa escolha para definir melodias graves. Também é usado para solos lentos expressivos e sons limpos nas melodias de jazz.

Chave Seletora

Chave Seletora: tem geralmente 3 ou 5 posições e funciona como interruptor para ligar e desligar os captadores. A configuração mais comum é a de 5 posições com a seguinte sequência:

Posição 1 (em baixo): captador da ponte

Posição 2: captador da ponte + captador do meio

Posição 3: captador do meio

Posição 4: captador do meio + captador do braço

Posição 5: captador do braço

Knobs ou Botões

Volume: serve para alterar o volume de saída do instrumento. O potenciômetro (peça elétrica que controla o volume) pode oferecer uma saída linear, onde sentimos o aumento gradual e linear do som, ou exponencial, onde o volume cresce rapidamente. Para captadores single use potenciômetros de 250k, para humbuckers use 500k.

Tone: mudam a característica timbrística dos captadores filtrando as frequências agudas. Na posição aberta (100%) o som não é alterado. Fechando o botão há a redução das frequências agudas fazendo o som ficar mais abafado.

Jack de Entrada

É onde é ligado o “cabo” da guitarra.

Agora uma foto da guitarra completa

Modelos e tipos mais comuns de guitarra

Este postagem foi baseada na página

http://www.guitarbattle.com.br/licoes/2684-aprendendo-guitarra-parte-1-as-partes-da-guitarra.html

Escrita por Denis Warren

Partes da Guitarra

Deixe uma resposta